• Papa: em Deus justiça é misericórdia. Não ceder à lógica da casuística

    Papa: em Deus justiça é misericórdia. Não ceder à lógica da casuística

  • Papa aos Párocos: promoção e defesa do Sacramento do Matrimônio e da Família

    Papa aos Párocos: promoção e defesa do Sacramento do Matrimônio e da Família

  • Papa: Em Deus, justiça é misericórdia

    Papa: Em Deus, justiça é misericórdia

Papa: em Deus justiça é misericórdia. Não ceder à lógica da casuística

Papa: em Deus justiça é misericórdia. Não ceder à lógica da casuística O Papa celebrou a missa na capela da Casa Santa Marta na sexta-feira (24/02). Na homilia, Francisco advertiu para a hipocrisia e para o engano provocado por uma fé reduzida a uma “lógica casuística”. “É lícito para um marido repudiar a própria mulher?”. Esta é a pergunta contida no Evangelho de Marcos que os doutores da Lei fazem a Jesus durante a sua pregação na Judeia. “E o fazem para colocar Cristo à prova mais uma vez”, observou o Papa, que se inspirou na resposta de Jesus para explicar o que mais conta na fé: “Jesus não responde se é lícito ou n&a... Read more...

Papa aos Párocos: promoção e defesa do Sacramento do Matrimônio e da Família

Papa aos Párocos: promoção e defesa do Sacramento do Matrimônio e da Família Em sua série de audiências sucessivas, o Santo Padre recebeu, na manhã deste sábado (25/02), na Sala Clementina do Vaticano, os participantes no Curso de Formação para Párocos, promovido pelo Tribunal da Rota Romana. O Curso versou sobre o tema do “novo Processo matrimonial”, discutido e proposto pelo Sínodo dos Bispos sobre o “Matrimônio e a Família”, que se realizou no Vaticano em outubro de 2015. Partindo precisamente da Exortação Apostólica pós-sinodal “Amoris laetitia”, o Papa dirigiu-se aos Párocos dizendo que “foi bom", que "por meio desta ... Read more...

Papa: Em Deus, justiça é misericórdia

Papa: Em Deus, justiça é misericórdia O Papa celebrou a missa na capela da Casa Santa Marta na sexta-feira (24/02). Na homilia, Francisco advertiu para a hipocrisia e para o engano provocado por uma fé reduzida a uma “lógica casuística”. “É lícito para um marido repudiar a própria mulher?”. Esta é a pergunta contida no Evangelho de Marcos que os doutores da Lei fazem a Jesus durante sua pregação na Judeia. “E o fazem para colocar Cristo à prova mais uma vez”, observou o Papa, que se inspirou na resposta de Jesus para explicar o que mais conta na fé: “Jesus não responde se é lícito ou n&ati... Read more...
Previous
Next