• Papa:

    Papa: "Só a esperança cristã não desilude. Só ela dá o sorriso"

  • Papa: mundo necessita da revolução da ternura

    Papa: mundo necessita da revolução da ternura

  • Papa: todos temos algo de ovelha perdida

    Papa: todos temos algo de ovelha perdida

Papa: "Só a esperança cristã não desilude. Só ela dá o sorriso"

Papa: A catequese do Papa Francisco nesta quarta-feira (07/12) foi a primeira de uma nova série dedicada à ‘esperança cristã’, que não desilude. Na Sala Paulo VI para o tradicional encontro semanal com os fiéis, o Pontífice anunciou o tema dizendo que muitas vezes, hoje, diante de tanto mal, tantas dores e violências, nos sentimos desencorajados e impotentes e portanto, a esperança se faz necessária. “Deus, com o seu amor, caminha conosco, não nos deixa sós; o Senhor Jesus venceu o mal e nos abriu o caminho da vida”, iniciou Francisco, completando: "Eu espero porque Deus caminha comigo". Co... Read more...

Papa: mundo necessita da revolução da ternura

Papa: mundo necessita da revolução da ternura Os frutos do Jubileu da Misericórdia, a laicidade, os desafios para os jovens e para a Europa: estes são alguns dos temas comentados por Francisco numa entrevista concedida ao semanal católico belga Tertio, publicado esta quarta-feira (07/12). Laicidade saudável O Papa observa que um Estado laico é melhor do que um Estado confessional. Todavia, não é saudável o laicismo que “fecha as portas à transcendência”, trata-se de uma “herança que o Iluminismo nos deixou”. Para Francisco, a abertura à transcendência faz parte da essência humana, e quando um sistema político i... Read more...

Papa: todos temos algo de ovelha perdida

Papa: todos temos algo de ovelha perdida O ponto central da homilia do Papa na manhã da terça-feira (06/12) foi o Evangelho da ovelha perdida com a alegria pela consolação do Senhor. “Ele vem como um juiz” – explicou Francisco – “mas um juiz que cuida, um juiz cheio de ternura: faz de tudo para nos salvar”: não vem “para condenar mas para salvar”, procura cada um de nós, nos ama pessoalmente, “não ama a massa indistinta”, mas “nos ama por nome, nos ama como somos”. A ovelha perdida – comentou o Papa – “não se perdeu porque não tinha uma bússola. Conhecia bem o caminho&rdqu... Read more...
Previous
Next